sábado, 24 de dezembro de 2011

2005 - PSS/UFPa

41. “A partir de Galileu deu-se o abandono, em grande medida, [da] pretensão metafísica de conhecimento, de busca dos princípios últimos de todas as coisas. A ciência passou a se guiar por um procedimento mais específico e experimental e, sobretudo, quantitativo. A busca da explicação qualitativa e finalística acerca dos seres foi substituída pela matematização, que abstrai as características sensíveis da realidade e reduz os fenômenos a equações, teoremas e fórmulas”
COTRIM, G. Fundamentos de Filosofia: história e grandes temas, São Paulo, Saraiva, 2002, p. 244.

Com o auxilio do texto, é correto afirmar que a ciência moderna

(A) nasceu com Galileu no século XVII e tem como único fundamento a experiência.
(B) privilegia as qualidades sensíveis dos fenômenos e procura determinar suas causas finais.
(C) abandonou a preocupação com a busca das essências das coisas e passou a orientar-se pela experiência sensível e sua tradução em relações matemáticas.
(D) está preocupada em desvendar a essência dos fenômenos e reduzi-los aos seus aspectos quantitativos.
(E) é mais contemplativa, ao contrário da ciência antiga, que era mais operativa.

42. [As ciências humanas] “surgiram depois que as ciências matemáticas e naturais estavam constituídas e já haviam definido a idéia de cientificidade e de método [...] de modo que as ciências humanas foram levadas a imitar e copiar o que aquelas ciências haviam estabelecido, tratando o homem como uma coisa natural matematizável e experimentável.“
CHAUÍ, Marilena, Convite à Filosofia, São Paulo, Editora Ática, 2003, p. 227.

Tendo como referência o texto, assinale a alternativa correta que aponta como as disciplinas conhecidas como Ciências Humanas adquiriram o seu “status” de ciências:

(A) Adotaram o modelo das Ciências Naturais para estudar o homem, mas introduziram a idéia de compreensão dos atos humanos.
(B) Inspiraram-se no modelo explicativo das Ciências Naturais, especialmente no modelo da Física, para estudar o homem, mas excluíram o método experimental.
(C) Tomaram de empréstimo o modelo biológico de explicação, que valoriza a vida e sua evolução e aplicaram-no ao estudo do homem.
(D) Começaram a realizar experimentos controlados envolvendo seres humanos
(E) Fizeram a transposição do modelo explicativo das Ciências Naturais para o estudo do homem, passando a utilizar os métodos matemático e experimental.

43. “Para a voz corrente é muito simples: ser livre é poder fazer tudo o que se quer, como se quer, quando se quer [...]. Infelizmente, não existe [...] sociedade humana que permita fazer tudo o que se quer. Existem sempre motivos (‘razões’) ou causas [...] que ‘determinam’ a nossa ação. [...]. Refletindo sobre a liberdade Rousseau chegou a seguinte conclusão: ‘A obediência à lei que se estatuiu a si mesmo é liberdade’. 
Ou seja, a liberdade consistiria não em recusar obedecer, negar os constrangimentos e rejeitar as determinações, mas sim em assumi-las plenamente, tentando refletir antes de agir, ajuizar o mais lúcida e racionalmente possível, para não cair em excessos de toda a ordem.”
HUISMAN, Denis. A Filosofia para principiantes. Lisboa, Publicações Dom Quixote, 1983, p. 64 a 68, Texto adaptado.

Tendo como referência o texto, é correto afirmar que para Huisman a liberdade consiste em

(A) recusar obedecer e não aceitar determinações.
(B) ser autônomo, ou seja, fazer tudo o que se quer sem restrições.
(C) poder agir sem ser impedido por outro de fazer o que se quer.
(D) agir segundo determinações, assumindo-as de forma consciente e refletida.
(E) agir de acordo com as leis que nos são impostas pela sociedade por medo de punição.

44. “[...] Aristóteles subordina o bem do indivíduo ao Bem Supremo da pólis. Esse vínculo interno entre ética e política significava que as qualidades das leis e do poder dependiam das qualidades morais dos cidadãos e vice-versa, isto é, das qualidades da cidade dependiam as virtudes dos cidadãos”.
CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo, Editora Ática, 2003, p. 360.

Com auxílio do texto é correto afirmar sobre ética e política em Aristóteles que

(A) existe uma conexão íntima entre ética e política, que torna possível definir o governo político em termos exclusivamente éticos.
(B) há uma relação próxima entre ética e política, na medida em que a ética se preocupa com o bem comum e a política com o bem individual.
(C) devido ao vínculo interno entre ética e política, o homem virtuoso só obedece às leis justas que ele impõe a si mesmo.
(D) independente das condições de vida do indivíduo, uma boa legislação nos faz pensá-lo sempre como cidadão virtuoso.
(E) toda comunidade política é, ao mesmo tempo, uma comunidade ética, mesmo que os indivíduos que a compõem visem a seus próprios interesses.

45. “[...] que a arte tenha de pedir as formas à natureza, é afirmação incontestável [...]. É de tal natureza o conteúdo de uma obra de arte que, embora dotado de caráter espiritual, só em formas naturais pode ser representado. Quando de um modo abstrato se diz que a obra de arte é imitação da natureza, parece que se quer impor à atividade do artista limites impeditivos de criação propriamente dita. [...] Ainda quando se imita a natureza tão exatamente quanto possível, jamais se chega a obter a reprodução rigorosamente fiel dos modelos. É, esse, por exemplo, o caso do retrato. A ambição do artista pode bem ser a imitação; não é essa, porém, a função da arte.” 
HEGEL. Estética : a idéia e o ideal. São Paulo, Abril Cultural, 1980, p. 98.

Tendo como referência o texto, assinale a alternativa correta que define a posição do autor no que diz respeito à obra de arte visar à imitação da natureza.

(A) A imitação da natureza, pelo artista, sendo reprodução de formas naturais, pode ser chamada de cópia.
(B) A imitação da natureza pelo artista é uma atividade cujo resultado (a obra de arte) jamais constituirá uma simples reprodução fiel da natureza, mas, uma representação desta.
(C) A maior ambição do artista é imitar a natureza.
(D) A obra de arte não pode ser imitação da natureza, por ser ela essencialmente espiritual.
(E) O retrato é uma forma de representação fiel da natureza.




Gabarito
41 - C
42 - E
43 - D
44 - A
45 - B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
;